Home / Saúde / Hunza, Oásis da Juventude, o povo que vive mais de 100 anos com muita saúde. Qual o segredo?
hunza

Hunza, Oásis da Juventude, o povo que vive mais de 100 anos com muita saúde. Qual o segredo?

As pessoas que habitam o Vale Hunza parecem estar sempre felizes e cheias de energia. Possuem um estilo de vida que lhes permitem passar facilmente dos 100 anos de idade, e melhor, com muita saúde. Sendo praticamente imunes contra o câncer.

Imagine você chegando aos 80 anos com o vigor e energia de uma pessoa de 45 anos, ou então, uma mulher aos 60 anos gerando um filho sem complicações, ou uma pessoa de 40 anos com aparência de um pouco mais de vinte anos. Seria muito bom, não é mesmo?

Parece utopia ou conto de fadas, não é? Mas continue lendo e surpreenda-se com o povoado do Vale de Hunza, situado no extremo norte da Índia, com uma população de apenas 30 mil habitantes.

A região do Vale de Hunza é chamada de “Oasis da Juventude”. Seus habitantes são amigáveis e hospitaleiros, quase nunca ficam doentes. Eles aparentam ser bem mais jovens do que realmente são. O processo de envelhecimento parece caminhar bem mais lento para eles. Segundo Chrisitan H Godefroy, autor do livro ”Os Segredos de Saúde dos Hunzas”, não é raro os anciões atingirem 130 anos.

Eles possuem uma saúde mental e física perfeita. Praticamente são intocados pelo câncer, doenças cardíacas, diabetes, obesidade ou outras doenças que são comuns em praticamente todo o mundo.

Tudo isso nos obriga a fazer a seguinte pergunta: existe algum segredo que permita toda essa longevidade e saúde?

A resposta é bem simples: não há segredo!

O estilo de vida do Povoado de Hunza foi documentado por um médico escocês, Dr. Robert McCarrison.
Dr. McCarrison foi tão inspirado pela vitalidade e longevidade do povo de Hunza, que ele realizou uma série de experiências para tentar entender os fatores que contribuem para tanta saúde.
E graças a esse trabalho, podemos ter uma ideia de alguns desses fatores.

 

Fator 1: Nutrição, fator que é quase uma religião para o povoado de Hunza

hunza

O Povoado de Hunza leva a sério a seguinte frase: você é o que você come.

Nutrição é um dos fatores mais importantes para o povo de Hunza.

Curiosamente, a abordagem de Hunza assemelha-se à que descreveu Hipócrates, pai da medicina
moderna, que viveu há mais de 2000 anos na Grécia antiga. O preceito básico de sua noção comum
do que constitui uma dieta adequada é simples: “Que seu remédio seja seu alimento, e que seu alimento seja seu remédio”

Ao contrário da maioria das pessoas no mundo, os Hunzas comem para manter a saúde, e não apenas pelos prazeres do paladar, ou apenas para “matar” a fome, embora sejam muito meticulosos ao preparar suas refeições, o que, aliás, são deliciosas, segundo algumas pessoas que visitaram o povoado de Hunza.

Além disso, o alimento Hunza é completamente natural, orgânico e não contem aditivos químicos. Tudo é muito fresco e em seu estado original conforme a natureza nos oferece. O único “processamento” consiste em secar algumas frutas frescas ao sol. Em resumo, os Hunzas comem organicamente.

 

O que eles comem?

 

► Feijões, ervilhas, cenouras, nabos, abóbora, espinafre, alface, maçãs, peras, pêssegos, damascos, cerejas e amoras.

► Nozes, avelãs, amêndoas, consumidas inteiras ou transformadas em um óleo usando uma técnica própria.

► Proteína animal: Os Hunzas não são estritamente vegetarianos, mas consomem pouca carne.

► Eles não consomem bebidas alcoólicas

► O famoso pão de Hunza, chamado ‘chapatti’, é um pão delicioso e muito nutritivo. Feito de farinha de milho e farinha de painço natural, é rico em fósforo, potássio, ferro, cálcio, manganês e outros minerais. Eles ainda destacam a importância de não refinar as farinhas, mantendo-as integrais.

O comer com moderação é bastante valorizado, a gula não faz parte da cultura deles. A energia e resistência estão ligadas ao quanto e o que eles comem.

 

Fator 2: Eles são bem ativos

Hunza-atividades

Os habitantes do povoado do Vale Hunza não são preguiçosos, pelo contrário, são muito ativos.
Durante o dia ou até mesmo à noite, eles não param, estão sempre ativos.

Em suas horas de descanso, quando poderiam estar em casa vendo TV, preferem se dedicar a atividades esportivas e diversas brincadeiras em grupos, parecem até aquelas crianças que não ficam paradas…

Estar sempre se movimentando e praticando atividade física é um dos grandes fatores para a saúde do povo Hunza. A maioria dos exercícios são feitos ao ar livre, no ar puro da montanha, o que já traz grandes benefícios a saúde.

Eles fazem caminhadas de mais de 15 quilômetros, o que é considerada bastante normal para eles. Claro que não é essa distância todos os dias, mas 15 quilômetros para eles não é esforço nenhum. E outra coisa, fazer trilhas em montanhas é bem diferente de caminhar em terreno plano.

 

Fator 3: Água das montanhas

hunza-agua

Beber e tomar banho nas águas das geleiras é o segredo da suas lindas peles!
Os Hunzas só bebem e se banham com água pura das geleiras que vem diretamente das montanhas.

Sua mais famosa bebida é um chá de ervas que é feito de água de geleira fervida e uma erva conhecida como Tumuru. A água das geleiras e as ervas são a razão pela qual eles têm uma pele tão brilhante.

 

Fator 4: O povo de Hunza é especialista em controle do estresse

hunza-meditação

A tensão, o estresse e pensamentos negativos são raros para os Hunzas. Eles são livres de doenças relacionadas ao estresse. Talvez não seja exagero dizer que eles levam a vida como crianças, valorizando as pequenas coisas e vivendo o momento.

Os habitantes de Hunza praticam certas técnicas básicas de yoga, usando respiração lenta, profunda e rítmica, fazendo uso de toda a cavidade torácica.

O relaxamento é a chave para a saúde , e os Hunzas, jovens ou velhos, praticam regularmente, fazendo pequenas sessões de meditações várias vezes por dia, vivendo e curtindo o presente, pensando muito pouco no passado ou no futuro.

Os Hunzas sabem que você pode trabalhar muito mais se você não estiver tenso, já que a tensão nervosa e muscular resulta em um desperdício considerável de energia.

Eles trabalham muito, mas em um ritmo não acelerado, priorizando a atenção e foco. Fazem pausas curtas e regulares, para a meditação e relaxamento. Embora esses exercícios levem apenas alguns minutos, eles são incrivelmente eficazes para recarregar energia. O que as pessoas aqui no Brasil fazem em suas pausas no trabalho? Tomam um café ou fumam um cigarro, o que podem drenar a energia a longo prazo, embora possam ter um efeito temporariamente estimulante.

 

O efeito da globalização

 

Atualmente, o rei Jaman Khan (governante do Vale de Hunza), um monarca “moderno”, permitiu que algumas das grandes marcas do setor alimentício, não tão preocupadas com a saúde do consumidor, entrassem lá no Vale Hunza, quebrando parte da tradição dos bons costumes relacionados a nutrição.

Com isso, crianças e jovens largaram seus costumes saudáveis de vida, e passaram a tomar refrigerantes, comer hambúrguer e doces com açucares processados.

Com isso, as pessoas passaram a ter doenças como pessoas normais que comem batatas fritas, reduzindo drasticamente a expectativa de vida.

Felizmente, ainda existem muitas famílias que seguem os bons hábitos, mantendo a tradição original de respeito ao corpo e longevidade do povo de Hunza.

 

Leia também:  >> Malefícios do açúcar – 10 maneiras de como o açúcar pode estar te matando

Fonte:

undergroundhealthreporter

 

 

 

Hunza, Oásis da Juventude, o povo que vive mais de 100 anos com muita saúde. Qual o segredo?
5 (100%) 2 votes

Comentários

Comentários

Deixe um comentário